Quinta-feira, 22 de Janeiro de 2009

#2.21 - The Secret Life - 2nd edition

                Depois do Mickey aproveito aqui mais um aniversário para repor a verdade sobre outra personagem de banda desenhada adorada pela humanidade. Recentemente, um pequeno desenho chamado Tintin fez 80 anos. Aproveito a proximidade da data para contar a verdade que conseguir sobre um homem incompetente e perigoso, cujo nome faz óbvias e desprezíveis referências à genitália masculina.

            Diz-se jornalista mas em centenas de aparições que fez apenas num quadradinho simples de desenho apareceu a escrever um artigo. Artigo esse que nem na página de obituários entrou. Tintin trabalhou toda a vida como um paparazzo sombrio e violento que ganhava a vida a perseguir estrelas de cinema pelo mundo fora, envolvendo-se em intrigas peculiares pelo caminho. Ficou assim famoso pelas suas desventuras além fronteiras quando na verdade ia comprar e vender fotos comprometedoras de líderes Mundiais a poderosos traficantes de droga.
            O seu famoso e adorado corte de cabelo, uma poupa empinada, tornou-o um sex simbol, nomeação que Tintin faz questão de espalhar onde vai, tendo mesmo tatuado estas palavras na nádega direita. Tem mesmo uma gigantesca foto sua, de cuecas, por cima da lareira apenas com Milú no meio das pernas. Dos relacionamentos que teve, o mais famoso foi com a personagem Betty Boop. Depois do casamento marcado e de vários anos de história juntos, Tintin preferiu vender fotos íntimas da sua companheira a uma revista masculina, a seguir com o casamento. Betty Boop acabou transtornada com a exposição, acabando a trabalhar em bares de strip e a visitar militares na guerra do Vietname.
            A série de quadradinhos era originalmente para incidir sobre a personagem de Capitão Haddock mas o público preferiu aquele que tinha mais exposição pública anterior, ganhando Tintin o protagonismo. Tal escolha do público marcou profundamente o Capitão Haddock transformando-o numa pessoa resmungona e pessimista quando a sua personagem estava escrita para ser alegre, reluzente e levemente homossexual. Professor Girassol é que era representado na série exactamente como era na realidade. Alheado de qualquer realidade ou responsabilidade, escondeu sempre bem do público a sua esquizofrenia e bipolaridade.
O seu percurso profissional acabou anos mais tarde com dois acontecimentos marcantes. O primeiro foi a morte da Princesa Diana, momento esse que Tintin testemunhou ao vivo quando tentava ultrapassar o carro da princesa no famoso túnel. A culpa que incutia em si mesmo pelo que se passou fez com que nunca mais tirasse uma fotografia na vida. O seu facebook não tem imagem.
O segundo momento marcante foi a morte do seu companheiro canino Milú. Uma edição da sua série sem o agradável cão ainda foi filmada e testada mas a reacção enfurecida do público deixou bem clara a decisão que os estúdios tinham de tomar. O seu amigo de quatro patas arrastava milhões de pessoas mostrando a Tintin e a todo o estúdio que sem ele, não haveria continuidade. Tintin virou-se para aquilo que todas as estrelas ultrapassadas fazem. Embebedar-se e ser DJ. Põe música em vários bares de alterne, sendo falada uma possível re-aproximação com Betty Boop depois de se terem cruzado profissionalmente num bar em Las Vegas.
Devido ao horrível trabalho que tinha como paparazzo, Tintin sempre foi competitivo, decidido e impulsivo, tendo sido as suas aventuras desenhadas e os seus companheiros que o afastaram de caminhos piores. A imagem que conhecemos hoje, limpa e varrida de polémica, foi construída por advogados e agências de publicidade. Milhões foram gastos para que todos adorassem Tintin como é actualmente. Com algum esforço, reponho a verdade. Um Tintin de cada vez.
 
Lutando por um mundo honesto,
Guilherme Fonseca
tags:
publicado por Guilherme Fonseca às 01:46
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De Peter a 22 de Janeiro de 2009 às 23:41
LOL, quanto demência :p
muito bom


De Fábio Carvalho a 31 de Janeiro de 2009 às 16:53
Juro... não fazia ideia.


Comentar post

.O Autor

Todas as Quintas o humorista Guilherme Fonseca publica um novo texto!

.textos recentes

. #2.42 - Ponto final. Pará...

. #2.41 - abstenho-me

. #2.40 - game on!

. #2.39 - let's talk about ...

. #2.38 - a angústia dos ch...

. #2.37 - grandes porcos

. #2.36 - análises aos exam...

. #2.35 - orgulhosamente ac...

. #2.34 - primeiro dia

. #2.33 - treme treme

.arquivos

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

.links

.leituras

Contador de visitas